Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Sem oportunidade

por escadacima, em 11.11.12

Por norma, tento adaptar-me a todas as pessoas e a tudo o que faz delas o que são. Nem sempre é fácil, confesso. Por vezes, tenho que fazer uma espécie de exercício de abstracção, porque cada um é como é, não está no mundo propriamente para ser julgado, tem direito a oportunidades, sejam elas as primeiras, as segundas ou as milésimas, para mostrar o que vale e, ainda que provavelmente não valha a pena a pessoa, não vale certamente a pena os minutos que perdemos de semblante pesado.

Apesar de, por norma, tentar então adaptar-me, há sempre alguém com quem não "ligo", ainda que faça esforços, ainda que faça exercícios de abstracção, porque tudo na sua postura me leva a uma posição de desaprovação. Não sou a maior ou alguém em posição de aprovar ou desaprovar seja o que for. Faço-o perante a minha própria conduta.

Quando se trata de honrar algo que se faz, ou melhor, de não honrar algo que se devia fazer com dedicação, respeito, orgulho, honra, lealdade (assim diz a lei); quando se trata, especificamente, de não honrar uma fraternidade a nível mundial, fazendo de todas os encontros boas oportunidades de estabelecer contactos (perceba-se o meu tom desdenhoso); quando se trata, especificamente, de não honrar a cor que se traz ao pescoço, então, meus caros, eu não consigo adaptar-me. Não consigo dar outra oportunidade a quem maltrata a lei pela qual milhões se regem, a quem maltrata um estilo de vida que a muitos enriquece.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Cátia a 11.11.2012 às 15:04

Ei calma! Conta-me o que se passa...


(Acreditas em coincidências? Apareceu-me "bp" e uns números naquela imagem dos caracteres a copiar.)
Imagem de perfil

De Artemisa a 27.11.2012 às 10:24

Porquê adaptares-te? Quem usa essa cor com o tal orgulho não consegue fazer isso. Um dia, com a minha cor ao pescoço, e exigindo da Equipa que dirigia mais do que julgavam necessário alguém me disse: 'não podes esperar que todos reajam da mesma maneira que tu'. E acho que só aí percebi realmente que não podia exigir aos outros a mesma dedicação que tenho nesse estilo de vida, mas que também não o posso deixar 'profanar' por quem, como dizes e bem, faz dele uma oportunidade para estabelecer contactos. Com isso também eu não sou ser conivente...
Imagem de perfil

De escadacima a 28.11.2012 às 11:52

Ora aí está.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mensagens